segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

2015 - 20 anos de carreira de Pedro Mariano "A VOZ"

Sou ansiosa, na realidade, os 20 anos, se partirmos do que ele considera marco zero da carreira, seria o mês de Março, mais precisamente 22 de março de 1.995, pois segundo ele, foi logo após um show Tributo a Elis Regina, realizado no Teatro Tuca, que recebeu vários convites, senão me engano foram pelo menos 3 gravadoras (Sony, Warner, Polygram) e ele optou pela Sony,
Mas, 2015 a gente já pode contar 20 anos de carreira. Até porque tenho notícias de que em janeiro de 95 ele participou do Programa Cia da Música comandado pelo João Marcello Bôscoli.
E, por falar do show de Março, Show Tributo a Elis, quem não viu Pedro se apresentando no Tuca tem vídeos no youtube desse show. 
22/03/1995
Depois desse show participou do Prêmio Sharp cantando Triste, só tem um trechinho dessa canção, não sei se cantou mais alguma.
Nesse mesmo ano de 95 gravou 4 faixas solo no CD João Marcello Bôscoli & Cia (em estúdio 3, a faixa Como Nossos pais foi gravada ao vivo do show Tributo a Elis; as outras foram Acredite ou Não, Ventos do Norte e Noite do Prazer).
Mas, foi só 2 anos depois, em 1997 que lançou seu primeiro CD Pedro Camargo Mariano pela Sony, concorreu em 98 o prêmio Sharp de música, na categoria artista revelação ao lado de Rita Ribeiro e Zeca Baleiro e o ganhador foi o Zeca.
Depois disso, mudou de gravadora, foi pra Trama, lá lançou 3 cds e um dvd, dois indicados ao Grammy Latino (Voz no ouvido e Piano e Voz)...Recebeu Disco de Ouro pelo álbum Voz no Ouvido. Mais uma indicação, dessa vez, ao prêmio Multishow de artista revelação em 2001.
Mudou novamente, passagem rápida pela EMI foi para na Universal Music, lá mais dois CDs (um ao vivo lançado juntamente com o DVD ao vivo) e um de estúdio, esse intitulado Pedro Mariano 2007 foi mais uma indicação ao Grammy.
Foto:Thiago Gonçalves_Quase 2015_05/12/2014
Saiu da Universal para a empreitada independente, criou seu próprio selo "Nau", lançou o Cd de 2004 produzido na EMI, o Incondicional, Cd Oito e o mais recente Pedro Mariano e Orquestra. Ou seja:
9 Cds
3 DVDs ao Vivo.
Gravou 99 canções, da discografia oficial,
E mais 32 em Projetos e Álbuns de outros artistas
Não contei as regravações
Na discografia oficial 79 compositores já gravados por ele, claro, contei cada um dos compositores nas canções feitas em parcerias.
Das 99 canções mais da metade 55 canções são composição individuais; recordista, claro, Jair Oliveira.
De compositores clássicos, bem distribuídos, Djavan e Lulu passaram a frente com 4 canções cada, e ainda reincidentes no trabalho dele, Tom Jobim e Gilberto Gil com 3 cada.
Esses são uns números, que achei interessante, compartilhar.

bjs
Neli

3 comentários:

Silvano Santos disse...

Ótimo post, começamos bem de leve, na malemolência. Como fechei a discografia dele, agora to correndo atrás dos projetos que ele participou. Claro que a essas alturas não será fácil, mas eu diria que estou com sorte. Minha prioridade era o cd do João Marcelo e o Artistas Reunidos, já consegui. Tô correndo para gastando horrores pra conseguir esses cds e dvds. Kkkkkkkkk. Bjs, Neli!

Neli SILVA TEIXEIRA disse...

Silvano assim voces é mais fãs que eu kkkkkk só tenho a discografia dele oficial, não tenho a coletânea, tenho JMB&cia e Artistas Reunidos, e os DVDs Um Barzinho e um Violão que tem ele, mas os outros kkkk só áudio kkkk ah tenho do Thiago Varzé tb

Silvano Santos disse...

Neli, heeeelp me! Kkkkkkkkk.