terça-feira, 12 de dezembro de 2017

UM PRESENTE PARA OS FÃS...UMA HOMENAGEM A MÃE E CANTORA

Elis Regina vive, e estará mais viva a partir de hoje através da canção Casa no Campo, de seu repertório, visitada pelo filho, Pedro Mariano, e com recursos as vozes se encontram...

Não que ela precise disso né?! Pois ela por si só é viva! Ele também não, afinal, já está com sua carreira solidificada...Mas, ele é o filho e por que não realizar esse encontro?
...Eu como fã, assumo que sou mais dele que dela, por uma questão de identificação. E olha que nem sou bem da geração do Pedro, era adolescente quando ela faleceu...Acho que fiquei no meio.

Agora sempre quis ouví-los, sempre fiz questão de quando Pedro cantava uma canção que ela havia gravado, eu ia visitá-la, ia ouvir ela, não pra comparar, afinal, é difícil, não é justo, são épocas distintas, ela é mulher, ele é homem, mas queria observar as diferenças de leituras...Por exemplo, Corsário eu amo demais a versão que Pedro trouxe em 94 no show do Tuca. A levada de Como nossos pais na versão do Pedro é mais a minha cara, mas é legal ouvir ambos. O bêbado e a equilibrista do DVD Elis por eles, o arranjo é maravilhoso, ficou muito bom com o Pedro, é essa é uma das minhas preferidas com ela. 
Eu sempre tentava juntar eles com os meus parcos recursos, mas era pra mim (lógico, imagina eu querendo compartilhar essas loucuras, ele mandaria me prender, com razão), mas sempre foi difícil, andamento das canções já matava qualquer intenção de alguém que ousasse (eheheh) e por saber disso, acho que sempre foi proposital kkkk fazer releituras bem diferentes. E, Pedro também sempre diz que se for pra fazer igual é melhor deixar a original....Por isso, que Casa no Campo, fez todo sentido ao que ele disse, foi realmente uma visitinha na casa da mãe.

O mais perto de um encontro até aqui foi com Redescobrir no mesmo DVD Elis por eles, não esqueço do telão subindo e a voz dela, na extensão de "FESTAAAAA" ainda se dissipando pelo teatro e ele dizendo: Vai o bicho homem fruto da semente...e assumindo a partir dali com um time de vozes mascuinas.Ah! Gente! Foi muita emoção!!!
Mas, voltando, e lógico, que sempre quando se fala em encontros póstumos, na música, não tem como não lembrar do dueto de Natalie Cole com Nat King Cole.
A sugestão veio do irmão João Marcello que entende que é uma forma de realmente não deixar que nenhuma geração deixe de conhecer Elis Regina, ele acredita que sempre é bom criar um fato novo. (e que novidade!!)
A sugestão é que fosse Casa no Campo do primeiro disco que ela gravou ao lado de César, pai do Pedro, em 1972. Primeiro, porque esse disco foi remasterizado e aguardará o dia das mães de 2018 para chegar ao mercado, é o disco "Elis" que tem Bala com Bala, Casa no Campo, Vida de Bailarina, Águas de março, Atrás da porta, Mucuripe, entre outras....DISCÃO!! E o segundo, é que ela gravou em 1972, mas ao ficar grávida do Pedro foi atrás da Casa no Campo, para que ele pudesse ter uma qualidade de vida melhor...Então, Casa no Campo tem motivos para ser ela a escolhida.

Em entrevista, no programa radar da Nova Brasil, na noite de ontem, Pedro expôs que é muito difícil cantar com cantora  devido as tonalidades diferentes, e outras detalhes técnicos. 
Mas, o interessante foi ver e ouvir ele falando como se deu o processo, e acima de tudo, muito respeitoso, ele explicou coisas que não é de domínio público, pelo menos eu não sabia exatamente como é feito os duetos, que no caso de homenagens póstumas nos duetos, se isola a voz do artista em questão e recompõe toda a música de forma atual e grava os artistas novos e depois mixa tudo...Muito loco ele dizendo que no caso de Casa no Campo, ele pediu pra abrir o disco e inseriu a voz dele, ele não quis mexer na canção, como ele disse ele VISITOU A CASA NO CAMPO DELA.


Então!! Sintonizem na NOVA BRASIL FM 89,7 SP (hoje tem rádio na internet também) E CURTAM!!! E depois se quiser vir aqui dizer o que achou...fiquem a vontade!!! 
A notícia chata é que essa versão não estará em cd algum, ou seja, se gravar do rádio (rs rs) vai lembrar da época em que se esperava tocar uma canção no rádio pra gravar na fita k-7, vai vir junto a vinheta da rádio..."nova brasil"...Pra mim tá valendo! É o que temos para o momento.
E de qualquer forma, valeu mesmo!! Obrigada Pedro! E João valeu por pensar em um fato novo!!! Amei!!!
Beijos!
Neli







Entrevista Pedro Mariano e João Marcello Programa Radar _ Nova Brasil FM (fazia muito tempo que não via uma entrevista com os dois juntos...saudade!!)


2 comentários:

Aline disse...

Boa Neli, ouvi pela Net a entrevista e achei que a música ficou linda, as duas vozes qdo se juntam é lindo eu amei ♥️♥️

Roseli Pedroso disse...

Neli, sou pra lá de suspeita quando envolve esses dois. Elis, é caso antigo para mim e nunca perdoei ela ter morrido antes de eu poder assisti-la ao vivo. A Pimentinha está me devendo essa, rs.
E o Pedro, ahh o Pedro... Já virou caso antigo também! Amo a voz e domínio de interpretação dos dois e ouvi-los juntos nessa gravação é tudo de bom mesmo! Adorei!!
Bjs